Conhecendo a jornada do cliente na internet para aumentar suas vendas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Jornada do Cliente

Pode não parecer novidade para você ou para alguns, mas a verdade é que quando falamos em JORNADA DO CLIENTE NA INTERNET, isso para muitos tem um significado no mínimo estranho ou pode parecer que estamos nos referindo ao próprio “Bicho Papão”…


A revista Brasil e Energia Petróleo e Gás, edição de dez/2016, publicou um artigo muito interessante, quando diz que: Em 1998, a Kodak tinha 170 mil funcionários e vendia 85% do papel fotográfico utilizado no mundo. Em apenas três anos, o seu modelo de negócio foi extinto e a empresa desapareceu.

O artigo afirma que: O mesmo acontecerá com muitos negócios e indústrias nos próximos 10 anos e a maioria das pessoas nem vai se aperceber disso. As mudanças serão causadas pelo surgimento de novas tecnologias.

Superando a nossa Imaginação

Conforme exposto na Singularity University Germany Summit, em abril do ano de 2016, há uma clara evidência de que o futuro nos reserva surpresas que vão muito além da nossa imaginação. A taxa de inovação é cada vez mais acelerada e as futuras transformações serão muito mais rápidas que as ocorridas no passado. Novos softwares vão impactar a maioria dos negócios e nenhuma área de atividade estará a salvo das mudanças que virão.

Algumas delas já estão acontecendo e sinalizam o que teremos pela frente. O UBER é apenas uma ferramenta de software e não possui um carro sequer, no entanto, constitui hoje a maior empresa de táxis do mundo. A Airbnb é o maior grupo hoteleiro do planeta, sem deter a propriedade de uma única unidade de hospedagem.

A plataforma tecnológica IBM Watson

Nos EUA, jovens advogados não conseguem emprego. A plataforma tecnológica IBM Watson oferece aconselhamento jurídico básico em poucos segundos, com precisão maior que a obtida por profissionais da área. Haverá 90% menos advogados no futuro e apenas os especialistas sobreviverão.

Watson também orienta diagnósticos de câncer, com eficiência maior que a de enfermeiros humanos. Em 10 anos, a impressora 3D de menor custo reduziu o preço de US$18.000 para US$400 e tornou-se 100 vezes mais rápida. Todas as grandes empresas de calçados já começaram a imprimir sapatos em 3D. Até 2027, 10% de tudo o que for produzido será impresso em 3D. Nos próximos 20 anos, 70% dos empregos atuais vão desaparecer.


Em 2018, os primeiros carros autônomos estarão no mercado. Por volta de 2020, a indústria automobilística começará a ser desmobilizada porque as pessoas não necessitarão mais de carros próprios. Um aplicativo fará um veículo sem motorista buscá-lo onde você estiver para levá-lo ao seu destino. Você não precisará estacionar, pagará apenas pela distância percorrida e poderá fazer outras tarefas durante o deslocamento.

As cidades serão muito diferentes, com 90% menos carros, e os estacionamentos serão transformados em parques. O mercado imobiliário também será afetado, pois, se as pessoas puderem trabalhar enquanto se deslocam, será possível viver em bairros mais distantes, melhores e mais baratos. O número de acidentes será reduzido de 1/100 mil km para 1/10 milhões de km, salvando um milhão de vidas por ano, em todo o mundo. Com o prêmio 100 vezes menor, o negócio de seguro de carro será varrido do mercado.

Os fabricantes que insistirem na produção convencional de automóveis irão à falência, enquanto as empresas de tecnologia (Tesla, Apple, Google) estarão construindo computadores sobre rodas. Os carros elétricos vão dominar o mercado na próxima década. A eletricidade vai se tornar incrivelmente barata e limpa.

Com energia elétrica a baixo custo

O preço da energia solar vai cair tanto que as empresas de carvão começarão a abandonar o mercado ao longo dos próximos 10 anos. No ano passado, o mundo já instalou mais energia solar do que à base de combustíveis fósseis. Com energia elétrica a baixo custo, a dessalinização tornará possível a obtenção de água abundante e barata.

No contexto da Jornada do Cliente neste futuro imaginário, os veículos serão movidos por eletricidade e a energia elétrica será produzida a partir de fontes não fósseis. A demanda por petróleo e gás natural cairá dramaticamente e será direcionada para fertilizantes, fármacos e produtos petroquímicos. Os países do Golfo serão os únicos fornecedores de petróleo no mercado mundial. Neste cenário ameaçador, as empresas de O&G que não se verticalizarem simplesmente desaparecerão.

No Brasil, o modelo de negócio desenhado para a Petrobras caminha no sentido oposto. Abrindo mão das atividades que agregam valor ao petróleo e abandonando a produção de energia verde, a Petrobras que restar não terá a mínima chance de sobrevivência futura. A conferir. (Publicado na revista Brasil e Energia Petróleo e Gás, edição de dez/2016)

Adaptando-se às modernidades e mudanças

Indo nessa mesma direção e acompanhando esse ritmo alucinado da evolução, ciência e tecnologia, os métodos e procedimentos das vendas tem se modificado a cada dia. Foi o tempo em que o vendedor tinha de ter contato pessoal físico com o seu comprador ou público alvo e isso era comum na Jornada do Cliente.

A necessidade de manter o contato e marcar presença continua sendo importante e necessária, sem dúvida, mas as maneiras de se obter bons resultados neste sentido, vêm se transformando e utilizando novos conceitos, adaptando-se e utilizando as facilidades das inovações tecnológicas.

Da mesma maneira que ficávamos fascinados com o uso do controle remoto, seja para a televisão ou para abrir e fechar o automóvel ou para comandar o ar condicionado e tantas outras coisas, assim também os procedimentos de compra e venda de produtos e serviços, ocorrem utilizando-se destes avanços, tornando assim, as coisas mais produtivas e confortáveis para ambas as partes.

Novas maneiras de comprar e vender

Novas maneiras de comprar e vender têm sido oferecidos todos os dias e desta mesma maneira, também nossos hábitos e costumes têm se alterado e ao invés de nos moldarmos as situações, passamos a exigir mais como compradores e ao mesmo tempo tem obrigado a quem vende, ter de se tornar mais eficiente e atual.

Com os diversos avanços tecnológicos dos últimos anos, a cultura de vendas passou por uma grande transformação, e esse fato deve-se principalmente ao uso da internet. O público tem mais acesso à informação e consequentemente busca um melhor atendimento, um produto com diferencial e uma relação mais próxima para realizar sua compra.

Necessário conhecer a jornada do seu cliente na internet

Por esse e por outros motivos é que se torna necessário conhecer a jornada do seu cliente na internet. Desse modo, as chances de que sua proposta de venda se torne mais eficiente e alcance o objetivo final que é a venda, aumentam consideravelmente.

Apesar de não haver mais a necessidade incondicional da presença física do vendedor junto ao comprador para que as vendas ocorram, ao mesmo tempo, tornou-se primordial que a presença aconteça, não mais só na hora da venda, mas se possível, que esta presença ocorra constantemente no maior número de vezes e situações do dia a dia do possível comprador.

Tendo uma Presença Online

Estamos falando de ter e manter uma Presença Online junto ao comprador. Onde ele estiver, fazendo o que for, muito provavelmente ou naturalmente estará conectado por um smartphone, um tablet ou um computador pessoal, em casa ou no trabalho, ou até mesmo no lazer com sua família ou amigos. De uma forma ou de outra, é importante que sua presença esteja sendo marcada, mesmo que subliminarmente.

Estamos vivendo em tempos de conexão Full Time. Nossos hábitos mudaram e tornaram-se óbvios em certo sentido, para quem quer ou precisa estar atualizado todo o tempo, precisa fazer uso das ferramentas e veículos de comunicação, principalmente da internet.

Acordamos, e nem ainda abrimos nossos olhos para saber se o dia tem sol ou se está chovendo, mas poderemos já ter obtido esta informação quando mesmo ainda deitados, pegamos nosso smartphone na cabeceira da cama para ver se chegou alguma mensagem no e-mail ou algum recado no whatsApp.

Todos, com raras exceções, hoje em dia agem todos os dias da seguinte forma: 1 – consultam e-mails, 2 – fazem buscas na internet, 3 – caçam conteúdos que lhes interessem e 4 – consultam as Mídias Sociais. Nossas decisões e atitudes não podem ficar de fora destas ações em tempo de Conexão Total.

Manter-se presentes na mente do seu cliente


Desta forma, com procedimentos cada vez mais previsíveis nesse sentido, as providências que devemos tomar para nos manter presentes na mente do seu cliente, é estar sempre nos locais em que ele estiver, ou seja; nos e-mails, nos conteúdos de valor, nas primeiras páginas dos buscadores na internet e por fim, nas Mídias Sociais.

Cuidando para não sair do ritmo

Cada um destes canais de comunicação tem suas características e para um melhor desempenho nesta tarefa de se manter presente, é preciso saber “dançar conforme a música” ou como diz outro dito popular; “Saber como é que Banda toca”.


O uso de técnicas como SEO

O significado de SEO é Search Engine Optimization e em português ele é conhecido como Otimização de Sites, MOB e Otimização para Buscas. O SEO não é nada mais é do que a otimização de uma página ou site inteiro, para ser melhor interpretado e compreendido pelas ferramentas de busca.

O resultado da utilização das técnicas de SEO é um melhor posicionamento de um site em uma página de resultados de um buscador como o Google por exemplo. Vejamos; ao pesquisar no Google por uma determinada palavra, os primeiros resultados serão os sites que tiverem feito esta otimização de forma mais eficiente.

Garantir que seu site irá ficar em primeiro lugar em uma busca

O SEO é uma prática que não oferece garantias, ou seja, nenhuma empresa ou pessoa pode garantir que seu site irá ficar em primeiro lugar em uma busca, e estar na Jornada do Cliente, pois o único capaz disto seria o próprio site de busca como o Google ou o Yahoo.

O SEO surgiu com a nova geração de sites de busca. Antigamente a organização do links em uma página de resultado de busca, obedeciam a ordem alfabética como nos diretórios web. Porém, na nova geração de ferramentas de busca, o posicionamento passou a depender da relevância.

Esta relevância é definida por algoritmos, que são cálculos que servem para definir o quanto uma página tem seu nível de importância. Um dos mais conhecidos algoritmos de busca, com toda certeza é o Google PageRank.

Os fatores que influenciam o posicionamento das páginas

Esses fatores que influenciam o posicionamento das páginas são guardado a sete chaves pelos site de busca. Porém, ao longo do tempo, foi possível identificar as melhores práticas que se resumem em empregar o bom senso na criação e estruturação de um site. O SEO também depende de algo que chamamos de “palavra-chave” que é o termo que é usado em um busca e dependendo de quais palavras você vier a utilizar, o resultado será a obtenção de  páginas diferentes em posições também diferentes.

Entendendo a técnica de SEO

A técnica de SEO pode ser dividida em duas partes. A que trata os fatores internos e os externos. Os internos são diretamente relacionados ao site. Alguns por exemplos são urls claras, títulos de página racionais, utilização dos padrões web e a correta utilização das tags html que é linguagem utilizada para construir páginas web.

Já os externos são a análise de como os outros sites se relacionam com o site em questão. Podemos citar como exemplos; a quantidade de links apontando para este site, quais sites apontam o site e o conteúdo do link apontado. Dependendo dos resultados obtidos, as páginas recebem pontuações que são dadas pelos buscadores e desta forma, podem determinar a relevância de cada site e da página e além disso, avaliar quais as palavras-chave relacionadas a ela.

O Google por exemplo, se utiliza de um sistema de pontuação que varia de 0 a 10 pontos, que é o que citamos acima, o PageRank.

Mas….Como tudo tem os dois lados da moeda, existe também o lado negro do SEO conhecido como Black Hat Seo. Nele, são utilizadas técnicas que “tentam” ludibriar e enganar os algoritmos das ferramentas de busca para melhorar ranquear o posicionamento da página fazendo uso de texto invisível ou praticando a exibição de conteúdo diferente para pessoas e sites de busca.

Quando descobertos, os buscadores costumam punir os sites que utilizam estas práticas e estas punições vão desde a diminuir a importância do site na posição de ranqueamento ou podendo a chegar a exclusão da sua listagem de busca.

Cuidando para não jogar dinheiro fora

Importante ter o cuidado de não confundir o SEO com os links patrocinados, pois no segundo caso, você pode pagar para ter a garantia de ficar na frente de outros resultados, podendo inclusive até mesmo a ocupar as primeiras posições, se estiver disposto a pagar um bom preço.

Porém, se este não for o seu caso, podemos pensar em obter bons resultados no que chamamos de Busca Orgânica.  A Busca orgânica refere-se de uma maneira geral aos resultados naturais, ou seja, “não pagos”, de um mecanismo de busca, como Google, Bing ou Yahoo!. Em oposição à busca orgânica estão os links patrocinados, conforme descrito acima, que como o próprio nome sugere, são os anúncios pagos e que aparecem na maioria das páginas de resultados.

Qual a importância da busca orgânica?

Na Jornada do Cliente em suas buscas orgânicas as pessoas costumam encontrar a maioria das informações não comerciais, como entretenimento, hobbies, esportes, educação e até mesmo têm utilizado muito o Google para assuntos relacionados à saúde e auto-medicação, o que a OMS considera perigoso e alarmante.

O fato é que as pessoas têm uma relação de muita confiança com a busca orgânica de motores de busca como Bing e Google, pois sempre encontram a informação que estão procurando. Com isso acabou se criando uma relação de confiança com a busca orgânica e por isso é extremamente importante que as empresas sejam encontradas para palavras-chave relacionadas ao seu negócio, produto ou seriço.

No que importa estar bem posicionado na busca orgânica?

Segundo estudos, 73% dos usuários preferem clicar num resultado de busca orgânica do que em links patrocinados, porque acreditam que a busca natural é mais confiável. Além disso, segundo informações do órgão IBOPE, 36% das pessoas acreditam que a empresa no primeiro lugar do Google na busca orgânica é a empresa líder daquele segmento ou a que tem maior aceitação por qualidade, preço ou atendimento.

Há dados que demonstram que 85% das compras realizadas em e-commerce tiveram seu direcionamento ou foram influenciadas, direta ou indiretamente, pelo Google.

Nós somos um grupo de Consultores que se especializaram em fazer com que Empresas e/ou Prestadores de Serviços Profissionais, possam ter êxito no crescimento e escalonamento de suas vendas e comercializações de serviços, utilizando a internet e as ferramentas disponíveis para estar presente na Jornada do Cliente em fim???

Se você é um empresário, um comerciante ou um profissional de serviços, que quer aproveitar o imensurável potencial da internet para gerar novas vendas e alavancar o crescimento do seu negócio, você poderá fazer contato conosco pela nossa página de contato e marcar um bate papo sem compromisso, para sabermos mais a seu respeito e verificarmos se o seu perfil se enquadra nos moldes em que poderemos lhe ajudar a chegar ao sucesso de seu negócio.

Lhe aguardamos do outro lado.

 

 

About The Author

3bca00fd50343ffaa2bb7e5841b71f4e

Consultor Expert em Vendas On Line

Comentários

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios