Um Imã digital bem feito, pode evitar gastos desnecessários, separando os bons clientes dos curiosos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Nesse nosso título temos alguns questionamentos, em uma só pergunta. Vamos caminhar por partes, para uma melhor compreensão: Primeiramente é necessário saber, o que é um imã digital? E como podemos construí-lo no formato em que qualificaríamos como “um imã digital bem feito”?

 imã digital bem feitoNestes tempos de evolução global em tudo e também no Marketing digital, ainda é muito comum nos depararmos com muita gente que não sabe o que é um imã digital, que dirá um imã digital bem feito?

Se você é uma destas pessoas, não se preocupe, pois este é um fato ainda muito comum.

Não é difícil nos depararmos com pessoas que ainda não estão familiarizadas com estes termos.

O Marketing Digital ainda está dando os seus primeiros passos no Brasil e a prática desta modalidade de Marketing está apenas começando.

Esta prática vem sendo alavancada aqui nas terras tupiniquins, somente agora nos últimos anos, apesar de já ser usada em larga escala os E.U. A e na Europa.

Mas então, o que é um Imã Digital?

Um imã digital, não é nada mais do que um conteúdo que você constrói, visando atingir a um público alvo ou o seu possível cliente, podendo ser preparado em vários formatos digitais.

Pode ser um arquivo PDF, ou um vídeo, ou um E-Book ou até mesmo um arquivo de áudio que será veiculado através da internet para chegar a aquele almejado espectador ou o que chamamos de prospecto.

Mas como é o funcionamento de um Imã Digital?

É bastante simples. Quando você cria um conteúdo e disponibiliza este conteúdo na internet e este material contem algo de muita relevância e interesse para um determinado público, este público tende naturalmente a querer consumir este produto ou informação.

Deste modo é possível tratar a negociação como uma ferramenta de troca. Nesta reciprocidade, você fornece a informação que desperta o interesse do seu público e na contrapartida são solicitadas informações deste público, que para você também são de grande valor e interesse.

Como exemplos podemos citar o endereço de e-mail e alguns outros dados, como nome, endereço e telefone, quando estes lhes são de importante interesse, mas só o endereço de e-mail já é algo substancialmente importante para quem está trafegando e usando da grande rede para captar novos clientes e possíveis consumidores do seu produto ou serviço oferecido.

Estes conteúdos que chamamos de Imãs Digitais e igualmente denominados Iscas Digitais, são disponibilizados na forma de recompensa e oferecidos nos lugares de transito do seu público.

Usano um imã digital bem feito nas Mídias Sociais

 Que lugares são esses?

São os locais de maior permanência deste público ou maior constância de visitas e passagem.

Normalmente são utilizadas as Mídias Sociais, ferramentais de busca como o Google, Bing ou Yahoo e naturalmente as listas de e-mail que são obtidas com esta troca de interesses.

A “negociação” ocorre, quando o seu prospecto clica no link que irá lhe direcionar a obter o conteúdo anunciado, mas que para ser obtido é necessário que nesse trajeto, no meio do caminho, haja a necessidade do preenchimento dos dados que interessam a quem está disponibilizando o conteúdo almejado.

Neste primeiro contato, é muito comum que além dos prospectos de real potencial de compra ou consumo do seu produto ou serviço, haja os que são apenas curiosos e que “morderam a isca”, mas não serão consumidores e ao invés de lhe proporcionarem lucro, poderão até se transformar em despesas indesejáveis.

Mas como, você deve estar se perguntando?

Um exemplo clássico são os cliques em suas campanhas de vendas que se utilizam do tráfego pago.

Quando o anuncio de sua campanha de vendas é disponibilizado em uma Mídia Social ou em uma Ferramenta de Busca de conteúdo e este link recebe o clique de alguém que é apenas curioso, ali naquele momento você acaba de jogar algum dinheiro fora.

Mas como evita isso? Ou pelo menos minimizar a ocorrência desta possibilidade?

Isso é o que chamamos de um Imã Digital bem feito.

Um Imã digital bem feito, contem elementos que filtram esta possibilidade e antecipam algumas informações que já servem de parâmetros, para quem está apenas na intenção de obter algumas informações mas não tem o perfil que se enquadra no tipo de cliente ou público a quem se pretende atingir.

Estas informações num  imã digital bem feito, podem ser simplesmente a antecipação de números e valores que irão ser praticados ou até mesmo a cobrança reembolsável de valores que deverão ser pagos antecipadamente para dar continuidade na obtenção das demais informações e do conteúdo buscado.

Outra forma de filtro em um  imã digital bem feito, é com o disparo de e-mails que contem conteúdos que já direcionam o público a dar continuidade ou não no recebimento dos próximos e-mails.

Isso tudo já serve para filtrar os que são apenas curiosos, evitando deste modo, que sejam efetuadas despesas desnecessárias que não lhe trarão nenhum tipo de retorno.

Qualificando seus clientes

Existem ainda outros métodos, além de  imã digital bem feito, que podem fazer com que essa qualificação dos clientes, possa ser ainda mais apurada.

O simples fato de condicionar a continuidade de oferecimento de mais conteúdos, a compra de um material de baixo valor, já filtra sobremaneira os curiosos que provavelmente não estarão dispostos a ter nenhum tipo de gasto, mesmo que sendo de baixo ou baixíssimo valor.

Os meramente curiosos não estão dispostos a “pagar para ver”, mas na contramão desta atitude, os que se encontram sedentos pelo seu conteúdo ou os que até dependem do seu conteúdo para poderem prosperar ou alavancar seus negócios.

Em outras situações, obter até uma melhor qualidade de vida, isso fará com que estejam susceptíveis a pagar não só pelos produtos de baixo valor, mas também estarão prontos para comprar, no momento em que lhes forem oferecidos o que chamamos de Upsell ou produto de maior valor.

Depois do primeiro passo

Você há de concordar comigo, que um cliente que já fez a primeira compra, mesmo sendo algo de um valor baixo, este, estará muito mais favorável a efetuar novas compras do que aquele que ainda não comprou coisa alguma.

A questão da confiança e da quebra de objeção, já terá sido vencida nesta etapa de negociações e dar continuidade ou gerar uma recorrência com este público ou cliente, será apenas uma questão de habilidades que deverão ser postas em prática para favorecer este crescimento nesta relação.

Na medida em que seu cliente vai se tornando mais confiante em seu trabalho e seu atendimento satisfaz a ele de maneira favorável, não existe nenhuma razão para quebrar esse elo, por isso a razão de ter o cuidado de usar um  imã digital bem feito.

Como em toda e qualquer relação, o cuidado com a manutenção desta relação, deve ser vista com olhares muito especiais e em nenhum momento pode ser relaxada, ao ponto de significar algum tipo de dano ou prejuízo para ambas as partes.

 

About The Author

3bca00fd50343ffaa2bb7e5841b71f4e

Consultor Expert em Vendas On Line

Comentários